• Minha cidade mais próxima

Arquivos Mensais:

Você está visualizar os arquivos do site.

Angola Cables torna-se membro angolano do Fórum Económico Mundial

A multinacional angolana de telecomunicações, Angola Cables, está entre o grupo de organizações que lideram a inovação na região Sul do Atlântico, promovendo o desenvolvimento económico em benefício da sociedade. Este ano a empresa foi convidada a ser membro efectivo do World Economic Forum e participará da reunião organizada por estes, em Setembro na cidade chinesa de Tiajin

Luanda, aos 30 de Abril de 2018: Actualmente os cabos submarinos de fibra óptica são responsáveis por mais de 90% das comunicações internacionais, transportando a Internet para os diferentes continentes. A multinacional angolana detém parte dessas infra-estruturas dos cabos na região do Atlântico Sul. Os projectos do WACS, Monet e SACS colocam Angola no mapa mundial das telecomunicações, pois criam rotas novas de comunicação a nível do globo. A transmissão de voz e dados entre o Sul do planeta, passará a ser uma realidade e facilitará a troca de inovação, conhecimento e tecnologia, entre as nações, promovendo o desenvolvimento económico das regiões.

Organizado pelo Fórum Económico Mundial, realiza-se este ano, durante o mês de Setembro, na cidade chinesa de Tiajin, o encontro mundial entre os principais promotores da inovação, o Annual Meeting of the New Champions. onde irá participar o CEO da Angola Cables, António Nunes.

Segundo António Nunes, a participação da Angola Cables neste evento, restrito, traduz o reconhecimento da importância dos sistemas da multinacional angolana no desenvolvimento dos circuitos internacionais de telecomunicações.

“É indubitável que as telecomunicações estão na vanguarda do desenvolvimento económico mundial, prova disso é que as maiores empresas do mundo hoje são de telecomunicações ou relacionadas a elas” considerou António Nunes.

Nota-se, no entanto, alguma falta de entendimento sobre o potencial gerador de desenvolvimento económico das plataformas de telecomunicações, levando algumas pessoas, incluindo actores importantes do sector económico, a associarem o desenvolvimento das telecomunicações apenas com o desenvolvimento das redes sociais, troca de informação através de emails ou buscas na internet.

Na verdade, “as telecomunicações são a base de toda a nova revolução industrial. As redes de telecomunicações geram a possibilidade de existência da digitalização das sociedades. Desde as relações sociais, fortemente relacionadas com as plataformas digitais, á inclusão social através da pesquisa e informação na Web, até ao desenvolvimento económico, suportado pelas plataformas de e-commerce, as telecomunicações estão a ser o motor da implementação da 4ª Revolução Industrial.” concluiu António Nunes.

Sobre a Angola Cables

A Angola Cables é uma multinacional angolana de telecomunicações fundada em 2009, que actua no mercado grossista cujo negócio é a venda de capacidade de transmissão internacional através de cabos submarinos de fibra óptica e IP Transit. O SACS, Monet e WACS, são os três sistemas de cabo submarinos operados pela Angola Cables, que interligam quatro continentes (América do Sul, América do Norte, África e Europa). A Angola Cables dirige o Angonix, um ponto de intercâmbio na Internet localizado em Luanda e o terceiro maior de África. A Angola Cables também gere dois Datacenters, um em Fortaleza (Brasil) conectado ao SACS e Monet e outro em Luanda, conectado ao SACS e ao WACS.

ENSA-Arte 14ª Edição

No âmbito das comemorações do 40º aniversário da ENSA – Seguros de Angola S.A, a empresa vai promover no próximo dia 30 do corrente mês, às 16h30, no Auditório Museu da Moeda, a 14ª Edição do Prémio ENSA-ARTE 2018.

Nesta edição, cuja exposição ficará patente até ao dia 25 de Maio, foram selecionados pelo Júri obras de 36 artistas nacionais, num total de 48, nomeadamente 35 pinturas, 9 esculturas e 6 gravuras, após um concurso organizado pela ENSA.

O Prémio ENSA-ARTE é organizado a cada dois anos pela ENSA – Seguros de Angola ao qual concorrem fazedores de cultura no domínio das artes plásticas, nas modalidades de pintura e escultura.

O Prémio foi instituído em 1991, altura em que começou o Concurso ENSA de Pintura. Em 1996, com a entrada de mais uma disciplina (Escultura), o concurso passa a denominação que ostenta até hoje – PRÉMIO ENSA-ARTE, com frequência bienal e, para este ano agregando a modalidade de gravura.

Esse prémio compreende as categorias de Grande Prémio, Prémio Juventude, Prémio Especial e Prémio Alliance Française. (ENSA Seguros)

Três bebés ganham enxoval e Seguro de Saúde ENSA ao nascer

Três bebés ganham enxoval e Seguro de Saúde ENSA ao nascer

No dia em que a ENSA comemorou 40 anos, desde à sua fundação em 1978, a ENSA-Seguros de Angola S.A., ofereceu prendas especiais aos três primeiros bebés que nasceram no dia 15 de Abril (Domingo), nas Maternidades Augusto N’Gangula (gémeos – dois rapazes) e Lucrécia Paim (uma menina).

Os recém-nascidos ganharam Seguros de Saúde ENSA e um enxoval constituído por berço, mosquiteiro, banheiras de banho, pacotes de fraldas descartáveis e vários acessórios como biberões e chupetas. A acção enquadrou-se no âmbito da Política de Responsabilidade Social da ENSA.

Aos bebés e às suas mães, desejamos muita saúde e felicidades! (ENSA-Seguros)

Mais sobre a empresa: Clique aqui

 

 

Memorial Dr Agostinho Neto: apresenta “Textualidades” com João Tala

 O Memorial Dr. Agostinho Neto realiza, no âmbito da sua programação cultural semestral, o projecto “Textualidades” , conversa com os leitores, no dia 13 de Abril de 2018, às 16h00 com o escritor João Tala.

Portal de Angola indicado ao African Excellence Awards edição 2018

Com parcerias de sucesso ficamos mais aptos para oferecer um melhor serviço aos nossos Clientes por isso foi com orgulho e exaltação que recebemos a notícia da nomeação do nosso parceiro O Portal de Angola para os African Excellence Awards edição 2018.

A toda a Equipa do Portal …os nossos parabéns!

Zunzwin.com